sábado, dezembro 07, 2019
Educação

Sistema de Financiamento ao Estudante de Nível Superior

O governo criou o programa SisFies (Sistema de Financiamento ao Estudante) que possui a finalidade de oferecer ao estudante um financiamento em seu Curso Superior já que atualmente as faculdades e universidades estão com os valores de mensalidades muito altos, então nem todos têm a condição de arcar com esses valores, para isso o governo federal criou este programa para resolver esse problema e auxiliar os estudantes de Ensino Superior.

Um fundo é fornecido pelo governo para cursos em instituições de ensino não públicas e que sejam avaliados corretamente pelo MEC, tendo uma nota positiva de avaliação igual ou maior que 3 no SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior). De acordo com a disponibilidade dos recursos, o governo distribui os fundos através do SisFies conforme as prioridades que são os casos que mais possui necessidade de urgência.

Os interessados em se inscrever no SisFies devem fazer sua matrícula através do site www.sisfiesaluno.mec.gov.br, serão solicitadas algumas informações pessoais ao usuário, e assim poderá ser concluído o processo de inscrição no programa. Após ter feito o cadastro, o estudante deverá solicitar o auxílio do SisFies e informar a instituição e o curso que está fazendo a graduação.

O SisFies foi um sistema criado com a intensão de facilitar o acesso dos estados ao financiamento estudantil, FIES. É por meio deste sistema que diversos procedimentos podem ser feitos de forma automática, economizando o tempo e sanando diversas dúvidas dos estudantes beneficiados.

O FIES é um financiamento para que os alunos possam estudar sem precisar se preocupar a curto prazo com o valor da mensalidade. Ou seja, é possível pagar as mensalidades somente após a conclusão do curso superior. Essa é uma grande oportunidade para quem não possui condições financeiras de arcar com o valor da mensalidade logo no início da faculdade.

Read More
Educação

A importância da tecnologia no estudo

A sala de aula não é mais a mesma, ainda mais se comparada com a realidade de algumas décadas atrás. O interesse pelos estudantes em estarem sempre conectados às mais diferentes novas tecnologias abriu uma grande discussão no meio docente. Há a necessidade de usar esse recurso para colaborar com o aprendizado.

No ensino infantil até a universidade, não há como negar que o estudante sempre estará utilizando recursos eletrônicos para suas atividades, por isso a incumbência de fazer esse uso útil e racional, ao contrário de um uso mecânico sem aprofundamento.

O incentivo e inovação dos estudos é de extrema importância para que os alunos se sintam mais motivados a estudar. Se você deseja realizar a conclusão do ensino fundamental ou médio pode fazer a prova do Encceja, para receber o seu diploma basta acertar o número de questões mínimas.

Realize a inscrição no programa de forma online através da página do participante, através da mesma você também poderá conferir informações do edital, provas e o resultado.

Alunos e professores conectados

É necessário até mesmo o professor saber gerenciar essa ligação. Um bom exemplo é realizar atividades online em sites especializados em uma matéria, como idiomas. Ou incentivar o debate em relação a um determinado assunto após assistir um documentário em sala de aula, produzido por uma TV a cabo ou um canal específico sobre ciências. Há infinitas possibilidades para ajustar a tecnologia ao ensino, a falha é quando o aluno não busca a pesquisa e sim a cópia.

Visando esta relação direta da utilidade da tecnologia em sala, o Google desenvolveu um recurso para ajudar os professores a selecionarem material didático para os estudantes. O Google Classroom serve para envio de exercícios por e-mail e recebimento das respostas, organização de atividades didáticas, ele está dentro da Google Apps for Education, desenvolvido pela empresa para uso em ambiente escolar. O professor pode também se valer de um chat para tirar dúvidas dos alunos fora do horário da aula.

Tecnologia gerando novas profissões

O aproveitamento tecnológico não somente está inserido na fase acadêmica como suporte de ensino e pesquisa, mas gerou mudanças também nas profissões. Um exemplo típico é o jornalismo online ou a web marketing, o foco foi gerado pela procura de mercado no setor das redes e internet. Empresas geram renda através da net e cada vez mais clientes aumentam o número do perfil de pessoas que buscam serviços e produtos através de cliques.

Para a nova geração, que diretamente já é inserida neste novo contexto, tem um ganho pela facilidade de lidar com a moderna tecnologia de aparelhos e ferramentas. Para outras gerações não há tempo a perder, vale a pena se inserir no meio através de cursos de informática, inclusive dedicados a terceira idade. Muitos aposentados reabilitam sua vida social com a leitura, interação e vivência também através do mundo online.

Read More
Educação

Confira Nova Regra para Alunos Isentos

O Ministro da educação publicou nesta sexta (15) no Diário Oficial da União uma portaria que estabelece que os alunos isentos da taxa de inscrição, que não comparecerem na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisarão justificar a ausência para não perder a isenção no ano seguinte.

Segundo ministro Renato Janine Ribeiro, os detalhes da justificativa ainda serão definidos, mas a portaria afirma que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) será o responsável por avaliar os motivos de ausência dos alunos.

Prova Enem para entrar na faculdade
Prova Enem para entrar na faculdade

Datas e inscrições

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 será realizado em 24 e 25 de outubro. Lembre-se de fazer a inscrição Enem 2020 dentro do prazo. O ministro afirmou que a publicação do edital com todas as regras do Enem 2020 será feita na edição da próxima segunda-feira (18) do “Diário Oficial da União”.

Read More
Educação

Inscrições para cursos acabam hoje

São 239 mil vagas e os interessados devem se candidatar pelo site. Resultado sai na quarta-feira DIÁRIO SP

Esta segunda-feira é o último dia para os interessados se inscreverem nas 239 mil vagas de cursos técnicos e profissionalizantes federais oferecidos gratuitamente pelo Ministério da Educação, por meio do SISU 2020 (Sistema de Seleção Unificada).

Entre as 117 especializações oferecidas por 561 instituições de todo o país estão os de informática, enfermagem, logística, segurança do trabalho, manutenção e suporte. O candidato poderá escolher até duas opções de curso no momento da inscrição Sisu 2020. Não há pagamento de taxas.

Os alunos que cursaram o ensino médio na rede pública ou em escolas privadas, beneficiados com bolsa integral, têm direito à 85% das vagas disponíveis. Também foram reservadas cotas raciais nas instituições.

A única exigência para se candidatar é ter participado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no ano passado e obtido nota maior do que zero na redação. As inscrições devem ser feitas pelo site oficial do sistema, até as 23h59, no endereço eletrônico sisutec.mec.gov.br.

Segundo o Ministério da Educação, até a última sexta-feira o número de candidatos inscritos já ultrapassava os 243 mil. O resultado com a lista dos aprovados vai ser divulgado na próxima quarta-feira e a matrícula deverá ser feita na sequência, nos próximos dias 15 e 16. No dia 19 sai a lista de segunda chamada, com matrícula no dia seguinte.

Read More
Educação

Lista de Espera de Matrícula Ensino Superior

A gente aqui do Blog adora dar todas as informações mastigadinhas pra você. O Sisu 2020 tem um calendário ainda longo para segunda chamada com a lista divulgada no dia 26 de Janeiro e se você não tinha visto ainda pode acessar! A matrícula destes selecionados vai de 01 a 05 de Fevereiro diretamente na instituição.

Depois disso, ainda teremos pelo Sisu 2020 a inscrição para a Lista de Espera, que segundo o próprio  do Sisu diz que: “O candidato deverá acessar o sistema durante o período especificado no cronograma e, em seu boletim do candidato, clicar no botão que correspondente à confirmação de interesse em participar da Lista de Espera do Sisu 2020. E mais: alerta para que o aluno certifique-se de que sua manifestação foi realizada. Ao finalizar a manifestação o sistema emitirá uma mensagem de confirmação. Então, faça com calma. A inscrição na lista de espera é de 26 de Janeiro até 08 de Fevereiro no site. A matrícula para os classificados na lista de espera é dia 18 de Fevereiro.

E junto com o Sisu 2020, temos em paralelo o Prouni 2020 para o primeiro semestre.

Veja as datas para o Prouni 2020:

  • 24 de Janeiro foi a lista da primeira chamada lá no .
  • 24 até 31 de Janeiro é o prazo para entrega dos documentos na instituição de ensino;
  • 08 de Fevereiro já é a segunda chamada ( veja que é o último dia da lista de espera do Sisu 2020).
  • 08 até 19 de Fevereiro entrega dos documentos do pessoal que entrou na lista da segunda chamada.
  • 24 e 25 de Fevereiro é a inscrição para lista de espera do Prouni
  • 28 até 05 de Fevereiro é o resultado da lista de espera do Prouni.
  • 08 de Março saem os nomes dos classificados para segunda chamada da lista de espera do Prouni.
  • 08 a 13 de Março a galera que entrou na segunda chamada da lista de espera deve comprovar os dados.

Como você viu, o Sisu 2020 e o Prouni vão andando juntos nas datas, então fica bem esperto para não confundir tudo e perder sua chance.

Como você sabe, a Rede Enem tem uma fan page no Facebook e a gente fez uma brincadeira e pediu pro pessoal dizer quem já tinha conseguido bolsa no Sisu 2020 e Prouni pra estimular quem tá ainda na pressão de conseguir uma vaga nos próximos dias. Dá uma olhada agora na galera que segue nossa fan page no Facebook “Rede Enem” :

Read More
Educação

Programas de Bolsas de Estudos aceitam nota do Enem?

Todos aqueles estudantes Brasileiros que estão concluindo ou já concluíram o Ensino Médio pretendem participar do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e buscam sempre conseguir tirar uma boa nota nesse tão importante processo de seleção. Portanto é sempre bom começar a praticar os seus estudos desde cedo para conseguir estar totalmente preparado no dia do Exame. E assim, poder realizar a inscrição Prouni 2020. É interessante lembrar que para participar do Enem, o candidato deve estar obrigatoriamente concluindo o Ensino Médio e também aqueles que já concluíram. Caso o estudante não atenda a essa exigência, a prova do Exame Nacional do Ensino Médio servirá apenas como um teste para que pelo menos o interessado adquira experiência para obter uma base quando chegar a sua hora de realizar o exame. A realização do exame dará a chance de participação em programas de bolsas de estudos como é o caso do Prouni 2020.

Não deixe de estar acessando o site para conferir o dia em que serão abertas as inscrições para a prova e caso a mesma já tenha ocorrido, os candidatos que a fizeram deverão ficar atentos a divulgação do gabarito ENEM. Continue a leitura do artigo logo abaixo para entender melhores informações a respeito do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para todos (Prouni). O Prouni se trata de um programa criado pelo MEC (Ministério da Educação) e que tem o objetivo de disponibilizar bolsas de estudos em Universidades de Ensino Superior particulares para aqueles estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio. A inscrição do Prouni iniciativa do Governo Brasileiro veio para beneficiar todas aquelas pessoas que sonham em participar de alguma universidade quando concluírem o colegial e não tinham condições financeiras para isso. Portanto você deve se dedicar bastante aos estudos para que não perca essa grande oportunidade de adentrar em uma boa Faculdade.

Read More
Back To Top